O que me levou a ser minimalista?

02/04/2019

 

Alguma vez ouviram alguém dizer que tem uma casa demasiado grande? ou que tem espaço a mais? Eu não!

 

Foi ao ouvir um casal de amigos com uma família do tamanho da minha e com uma casa quase três vezes maior a dizer que não tem espaço para nada, que tive a certeza de uma coisa: não adianta ter uma casa maior ou menor, o problema é que temos muito e temos de ter menos. Muito menos!!

E comecei a olhar a volta e sentia-me afogada em tantas coisas! Coisas que fui acumulando ao longo do tempo, roupa, tralha, bibelots e coisas de bebé… aí as coisas de bebé! Roupinhas, toalhas, lençóis, brinquedos, cadeirinhas do carro, cadeirinhas que tremem, cadeirinhas que dão música. Ai as coisas de bebé… Não aguentava mais!

Quando descobri que ia ter um bebé rapaz sabia que muitas coisas da minha filha não iam servir e assim nasceu essa necessidade de ter menos mas ao mesmo tempo não desperdiçar tanto! Pode parecer confuso, para mim ainda é um bocadinho mas na minha cabeca faz sentido.

 

Comecei a fazer uma limpeza geral para ver o que podia aproveitar e sem problemas deixei de parte algumas coisas, sempre a dar-lhes um uso adequado e (tentar) nunca irem para o lixo!

Acho isso super importante também, mas isso fica para outro artigo!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Top Posts

CATEGORIES

Please reload