Camila viaja no tempo

05/28/2018

Foi isso mesmo que leram no título! Aqui no Doon Heritage Village é como se tivéssemos viajado no tempo.

 

Não queríamos acreditar quando chegámos e vimos o mapa deste lugar, é realmente uma vila “viva” dentro de um museu onde é recriada uma aldeia pitoresca de como se vivia aqui em Waterloo em 1914. Quem dá vida a este lugar são pessoas que se vestem como antigamente e nos contam as histórias do dia a dia e de como viviam ali!

 

Parece mesmo que estamos dentro de uma série de época do Netflix, tipo Downton Abbey - mas só quando o John e Anna Bates vão à vila!

 

 

Tudo começa na estação ferroviária e depois há várias casas e estaleiros com animais. Na vila podem entrar num ateliê de um alfaiate, nos correios, numa igreja e até numa ferraria (que achei a parte mais gira!) entre outros sítios que deixo que vocês descubram! Em cada casa podem encontrar pessoas vestidas com roupa da época que nos contam o que fazem, a importância do seu trabalho e o sentido de comunidade é mesmo incrível!

 

Uma paragem obrigatória para quem quer saber um pouco mais sobre a história desta região que está ainda tão presente em lugares como o St. Jacobs Farmers Market por exemplo, com a presença dos mennonites.

 

Também é perfeita para quem tem crianças e jovens porque há bastantes atividades direcionadas para famílias e visitas de estudo. O preço da entrada é bastante aceitável tendo em conta o que tem para oferecer e compensa comprar o passe anual se tencionam visitar mais de uma vez.

 

A vila faz parte do Waterloo Region Museum e não está aberta o ano todo, apenas de Maio a Setembro. Visitem o website deles para verem horários.

 

Nós ficámos rendidas a este lugar incrível e a todos os que fazem parte porque são realmente muito simpáticos e encarnam as suas personagens! Se quiserem complementar a vossa visita passem pelo website e leiam os detalhes de cada edifício.

 

Vejam como a Camilinha adorou:

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Top Posts

CATEGORIES

Please reload