Novos salários no Canadá (infografia)

10/02/2017

De acordo com a Constituição do Canadá, a responsabilidade pela promulgação e aplicação das leis trabalhistas, incluindo o salário mínimo, é de cada uma das dez províncias e três territórios.

 

Todos os anos, cada província e território analisa os valores e as taxas em vigor e chega à conclusão de quanto subir, baixar ou manter se for o caso. Não são os partidos políticos que decidem mudar os valores, são levados em consideração fatores como a inflação, o desemprego, entre outros.

​No final deste ano, o salário mínimo médio no Canadá será de cerca de $11,43 dólares à hora, que representa um aumento de mais de 23% comparativamente com 2010. Vamos rever as grandes mudanças que aconteceram este ano e as mais esperadas para os próximos aumentos.

 

No início da primavera os salários mudaram no Quebec, em New Brunswick, NJ, Nova Scotia, PEI e Yukon e no passado dia 15 de setembro, o salário mínimo em BC fixou-se nos $11,35 à hora.

Foi no dia 1 de Outubro que ficaram em efeito as últimas mudanças previstas este ano nos novos salários mínimos, em Alberta subiu $1.40 chegando então aos $13.60/hr. Outras províncias que marcaram aumentos no mesmo dia foram Saskatchewan e novamente NL.

 

Em 2017 as mudanças já foram todas registradas mas para 2018 há mais. Em Alberta, o salário mínimo vai subir mais $1.40 para chegar aos $15 a hora. O Ontário e a província onde estão previstas mais mudanças, no dia 1 de Janeiro de 2018 irá aumentar para $14.00 à hora e para $15 à hora um ano mais tarde, em Janeiro de 2019.

 

Aqui segue um gráfico com a informação:

 

Como já referi, cada uma das 10 províncias e territórios é responsável por estabelecer o salário mínimo que é revisto todos os anos e representa o valor que todos temos o direito de receber mas é importante lembrar que cada província e região tem legislações de emprego diferentes com regras especificas sobre algumas profissões, uma delas são os empregados de bares e restaurantes por receberem gorjetas. Também são excluídos desta regra milhões de trabalhadores canadianos que não estão cobertos por estas leis, estes são trabalhadores por conta própria, contratados independentes, estudantes em programas de treino, funcionários de supervisão e gerentes, aprendizes e vendedores pagos exclusivamente por comissão.

 

Tendo dito isto, no país todo cerca de 8% dos 15,3 milhões de funcionários assalariados recebem o salário mínimo.

​O mercado no Canadá está a atravessar uma crise na medida em que algumas empresas optam por contratar mais pessoas em regime de part time devido aos menores custos em benefícios. Esperamos que esta tendência venha a mudar e que o aumento dos salários por hora não criem um grande crise de desemprego.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Top Posts

CATEGORIES

Please reload